SOL(noro)

é o encontro dos gongos de Jorge Peña com as tigelas sonoras de Luiz Duva. ​Um encontro entre diferentes frequências, tons e overtones. Um encontro entre diferentes sensibilidades e sutilezas, um encontro baseado na escuta, no coração e no silêncio.

Jorge Peña com gongo

Jorge Peña

SOL(noro) é de humano para humano, não tem partitura, não tem regras à seguir. É aberto a todxs. 

Luiz Duva, togelas sonoras

Luiz Duva

SOL(noro) é um espaço criado para que as frequências sonoras possam conduzir as pessoas de encontro ao seu sagrado, à sua essência.

 

OM

SOL(noro) é escalonável e pode acontecer em um espaço, de tamanho e forma variável, com muitas ou poucas pessoas. 

Jorge Peña tocando gongos.
Luiz Duva e suas tigelas sonoras.
Jorge Peña: concerto para gongos.

Como acontece:

Ao entrar o público é recebido por Jorge e encaminhado ao espaço que foi especialmente preparado para o encontro. As luzes estão apagadas tendo apenas no meio do espaço um ponto de luz que parece flutuar: é o que chamamos de SOL. O público se acomoda ao lado ou ao redor desse ponto de luz, se faz um longo silêncio e quando for o momento certo o encontro começa.

Jorge Peña

Os elementos desse encontro:

Gongos + Tigelas Sonoras = felicidade

Gongos e tigelas sonoras:

Os gongos e as tigelas sonoras, também conhecidas como tigelas de metal do Himalaia ou singing bowls, são instrumentos musicais de origem milenar cujo som é provocado pela sua vibração. Tem a capacidade de emitir uma miríade de frequências, tons e overtones sonoros que podem ser usados tanto para fins musicais como para fins de elevação vibracional seja física e/ou de consciência.

Sol:

O SOL é um um objeto esférico que emite luz monocromática que “paira” no centro do espaço do encontro. Sua função é a de criar uma atmosfera propícia à contemplação e a meditação para que o público passe do mundo externo - do mundo do estado da mente discursiva, para um estado de transcendência física e mental.

 
Sol

Durante o encontro a intensidade da luz emitida pelo SOL será controlada por um dos artistas ou por um iluminador de forma que auxilie ou intensifique a criação de diferentes paisagens e/ou atmosferas sonoras visuais. Reforçamos porém que em nossos encontros o protagonismo é o das frequências sonoras e não o da luz ou mesmo dos artistas. Isso para nós é de extrema importância.

Os artistas:

Jorge Peña é sonoplasta, compositor e terapeuta holístico.

 

Luiz Duva é artista visual e sonoro - desenvolve pesquisa e práticas no campo da arte e da cura sonora.

 

O público:

Gongos e Tigelas Sonoras: público

Necessidades técnicas para a realização de SOL(noro):

Rider técnico fornecido pelos artistas:

Gongos, tigelas sonoras e SOL (objeto iluminador).

Suportes para os instrumentos e para o SOL.

Mesa de iluminação para o SOL.

Rider técnico fornecido pelo contratante:

Site especifico , sala, teatro ou edificação contendo palco italiano, semi arena ou arena para a acomodação do público e dos instrumentos para a realização do encontro.

Energia elétrica, corrente 110 e 220v, disponível no local.

Necessidades extras:

Transporte de ida e volta, para Jorge + instrumentos, até o local da apresentação.

Transporte de ida e volta, para Duva + instrumentos, até o local da apresentação.

Assistente de montagem para Jorge.

Técnico de iluminação.

Contratação de um fotógrafo documentarista (foto, áudio e vídeo) para documentação do encontro.

 
Tigelas Sonoras de Luiz Duva

Redes sociais:

Divulgação criada e promovida pelos artistas em suas redes sociais + uso das redes sociais e mailing do contratante para divulgação do encontro. 

Jorge Peña tocando gongos.

Custos:

Os custos para a realização de SOL(noro) são artísticos e de produção. Os artísticos são relativos ao cachê dos facilitadores (Jorge e Duva) e os de produção os relativos às necessidades extras descritas acima.

Os custos artísticos e de produção devem ser cobertos pelo contratante ou organizador do encontro SOL(noro).

Caso haja bilheteria a mesma pode ser abatida do valor do cachê dos artistas. Havendo excedente este deve ser dividido na proporção de 30% para o contratante e 70% para os artistas.

Para mais informações fale conosco pelos e-mails:

paratodos50@hotmail.com

(Jorge Peña)

luizduva@gmail.com

(Luiz Duva)

Contra-partida social:

Junto com o pagamento do ingresso haverá a captação e doação de alimentos não perecíveis à famílias necessitadas (sugestão de 01 kg de alimento por pessoa que participar do encontro).

Será oferecido também uma oficina de 04 horas para ampliação do universo sonoro visual dos interessados.

Jorge Peña e Luiz Duva: casa Jaya 2018

Ouça abaixo um trecho de um ensaio de SOL(noro):

00:00 / 05:08